2006-12-02

Depois da saudade

É que nos dizem para não termos saudades.E falam também que é feio ser nostálgico.Mas quando olhamos para trás e nos deparamos com nossos inocentes sorrisos juvenis, fica difícil não sentir falta.Eu tenho saudades.E não é de hoje.

Lembro-me bem de quando criança, chorar desconsolado no colo de minha mãe, e ela me perguntava:"Mas menino, por quê você chora?", e eu respondia inconformado:"É que eu não quero crescer...não quero crescer...".E ela nada entendia.Então foi meio cedo que aprendi a ter noção da mais implacável invenção humana:o tempo.

E a gente cresce, as lágrimas cessam e o silêncio aumenta, porque nos acostumamos a ter nossas bocas lacradas,e no fundo pensamos que de nada adiantará (o grito).

E nós gritamos todos os dias, todas as horas, gritamos de bocas fechadas, esperando pelas palavras que um dia roubaram de nós.

6 comentários:

bruna maria disse...

De fato...
a gente cresce e emudece. A boca fica lacrada, a gente perde a oportunidade de dizer uma porç]ao de coisa importante. Esse é o lado ruim de crescer, na minha opinião. A gente perde esponteneidade. :S

Beijoooooos!

vanessa disse...

Quem disse que é feio ser nostálgico?..não não..

E td mundo sente saudade,e algumas vezes as lágrimas não cessam mas são camufladas com o silêncio..ai é que está o perigo!


Beijos Sumido!

tainá disse...

,eu trago o peito tão marcado
de lembranças do passado
e você sabe a razão
vou colecionar mais um soneto
outro retrato em branco e preto
a maltratar meu coração,

Sandra Regina de Souza disse...

Moço... a sua saudade me tocou... antes... muito antes de saber que calamos e consentimos que ela permaneça... involuntariamente... a saudade é sempre imensa... eu só queria saber pq não a fizeram pequena!! beijos mais nostálgicos do que sempre...

Aquela da rede disse...

É, acho que em meios essas palavras as minhas são inuteis.
Por isso que as vezes é necessario o meu silêncio e vc não entende...
mas tá tranquilo, ainda vou te ensinar que silenciar faz parte da vida!
Parabéns mais uma vez.
Ficou muito mais que perfeito!

Beijoooos

Anônimo disse...

Não sei... Se a vida é curta ou longa demais pra nós, Mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: Colo que acolhe, Braço que envolve, Palavra que conforta, Silêncio que respeita, Alegria que contagia, Lágrima que corre, Olhar que acaricia, Desejo que sacia, Amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, Mas que seja intensa, verdadeira, pura... Enquanto durar.
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina