2011-01-25

O que Arde

há passaros mortos pela rua
quase tão cinzas como a tempestade
quase tão cegos como a solidão

2 comentários:

Lúu Almeida disse...

Palavras da alma, do teu eu. Lindo!

Flores!

Bruna Santana Oliveira disse...

Realmente ardente!